Legislativas 2019 – Ribatejo

Há hoje no Ribatejo um partido que representa estabilidade, credibilidade e confiança. 21 Concelhias, 13 Presidentes de Câmara, 14 Presidentes de Assembleia Municipal, 73 Presidentes de Junta e 76 Presidentes de Assembleia de Freguesias, milhares de militantes, autarcas e simpatizantes, confiantes e empenhados em dar o melhor pela região e pelas suas gentes.

A direita entretida entre imposições e birras é hoje um empecilho para a região, convivem mal com o sucesso dos investimentos, com a diminuição do desemprego e o aumento do emprego, esperançados na vinda do “diabo” esqueceram-se do essencial: o país está melhor, a região está melhor e os portugueses estão muito melhores do que estavam em 2015.

Até 6 de Outubro prestaremos contas e assumiremos convosco os compromissos possíveis e compatíveis com a realidade. Até 6 de Outubro reforçaremos a confiança e a esperança num #RibatejoMelhor.

#Legislativas2019 #PortugalMelhor #UmPaísParaTodos #VotaPS

Anúncios

Melhoria dos serviços públicos

“O Ministro (Mário Centeno) sublinhou que «no Serviço Nacional de Saúde, ao longo da legislatura, tivemos um reforço de 1600 milhões de euros, quando comparamos a estimativa da despesa de 2019 com a de 2015».
Estes mais 1600 milhões de euros repartem-se entre reforço da despesa com pessoal, mais 860 milhões de euros, e das verbas destinados aos meios de diagnóstico, aos consumos correntes dos hospitais e centros de saúde, mais 780 milhões de euros.
«Até abril de 2019 a despesa com o Serviço Nacional de Saúde estava a crescer 5,1% face ao mesmo período de 2018», afirmou ainda Mário Centeno, acrescentando que «nunca tivemos tantos médicos nem tantos enfermeiros no Serviço Nacional de Saúde»: mais de 4000 médicos e mais de 4500 enfermeiros «que viram o valor das suas horas extraordinárias reposto, as suas horas noturnas recompensadas, quer financeiramente, quer em termos de descanso»”

 

#PortugalMelhor #RibatejoMelhor #LeziriadoTejoMelhor #MedioTejoMelhor
(Mais: aqui)

Ribatejo e Oeste (1)

As eleições legislativas estão ai a chegar. O momento por excelência de propor, reflectir e decidir o caminho que queremos… no PS é isso que fazemos com a preparação do Manifesto Eleitoral onde #todosdecidem, fazemo-lo também com as propostas para o manifesto regional, a ser preparado pelo Hugo Costa e cujo primeiro debate está agendado para 3 de julho em Torres Novas e ainda com a leitura das políticas implementadas durante a legislatura, o debate do estado da nação que fechará este ciclo governativo é já no próximo dia 10 de julho.

Para a Região a prioridade só pode ser o ordenamento do território, uma nova NUT II (Ribatejo e Oeste, ou outro nome qualquer) uma região com epicentro em Santarém e capacidade de definir as suas próprias estratégias de desenvolvimento sem estar de mão estendida em Lisboa e Vale do Tejo ou no Alentejo ou ainda no Centro. Estamos tão perto como longe de tudo, uma região “charneira”, definição que se torna tanto numa força como numa fraqueza e que abre um mundo de oportunidades, tantas como as ameaças.

A região é o caminho, só através dela podemos crescer (investimento, emprego, demografia, serviços públicos), só através dela conseguiremos ser coerentes no ordenamento do território, no combate e adaptação às condições climáticas, ao desenvolvimento do turismo e da oferta cultura.

Como isto está tudo ligado é no articular destas quatro estradas que o caminho se faz.

Hoje o “turismo” que já vale mais de 10% do PIB nacional e 10% do emprego total no país. Não será certamente por estarmos longe do ponto de chegada de milhões e milhões de pessoas a Portugal, não é certamente pela falta de oferta de produto, material e imaterial, como Fátima, como o Tejo, o Convento de Cristo, o Castelo de Almourol, a Falcoaria Real, a Companhia das Lezírias, a Sopa da Pedra, o Montado, a Golegã, José Relvas, Carlos Relvas, Camões e Saramago, o fandango, o presunto, o vinho, o pão e as gentes da riba e alem do Tejo, do litoral às beiras…uma amostra de Portugal como poucas regiões são capazes de oferecer e com produto consolidado no mundo ao qual só falta dar estratégia articulada, coerente, complementar. Não precisamos de concorrer com nenhuma região, completamos ciclos, preenchemos vidas, acrescentamos valor.

As políticas publicas tem de servir as pessoas é nelas que estão os investidores, os empreendedores, gente que desenvolve as aldeias e as vilas, as cidades e as economias locais. Hoje por feliz coincidência cruzaram-se na minha timeline dois novos projetos de alojamento local em Tomar e em Coruche…a cidade e a vila, o mundo urbano e o mundo rural.

Assim haja capacidade de inovar nas políticas locais (sem abandonar o ciclo básico do alcatrão, betão e serviços essenciais) que a oferta privada aparece para complementar e completar. 😉

Portugal Melhor

Em semana de anuncio, pelo Presidente da República, de uma crise à direita… o país ficou a saber que todos os concelho vão ter uma, pelo menos uma, estação dos CTT, invertendo assim a estratégia de encerramentos e garantindo o serviço postal universal a todas e todos os portugueses.

Em semana de anuncio, pelo Presidente da República, de uma crise à direita… o país ficou a saber que o Sistema de Redes de Emergência e Segurança (SIRESP) vai voltar a ser totalmente pública, garantido assim que esta importante ferramenta esta apenas e só ao serviço do interesse público.

Em semana de anuncio, pelo Presidente da República, de uma crise à direita… as e os portugueses ficaram a saber que as taxas moderadores nos cuidados de saúde primários vão acabar e que também acabam nos exames prescritos por médicos do Serviço Nacional de Saúde.

Em semana de anuncio, pelo Presidente da República, de uma crise à direita… ficámos todas e todos a saber que o país, mesmo com uma crise à direita, continua a caminhada de desenvolvimento, de restituição e devolução de direitos e rendimentos. João Miguel Tavares com aquela treta do “nós e eles” quer algo para sonhar, um objectivo, um propósito…ora toma lá este: Portugal Melhor!

#PortugalMelhor #RibatejoMelhor #LeziriadoTejoMelhor #MedioTejoMelhor

Guia Percursos Pedestres da Lezíria do Tejo

O Município de Salvaterra de Magos e a ERT Alentejo/Ribatejo, convidam para o Lançamento do Guia Percursos Pedestres da Lezíria do Tejo com o PR 1 SMG “A Mata Nacional do Escaroupim”, no dia 16 de Junho de 2019, pelas 09h30. Com realização da Caminhada.

IMG_5194

#VisitRibatejo #VisitLeziriadoTejo #VisitPortugal

(Local: Largo dos Avieiros, no Escaroupim. – Coordenadas: 39.067357, –8.757247)