Somos Europa, Ribatejo é Europa.

Grande demonstração de vitalidade, empenho e dedicação aos projectos e às pessoas. Estivemos na sexta em Ourém e Coimbra, no sábado no Cartaxo, no domingo em Coruche e hoje vamos até Tomar.

Em sala debatemos “Um novo Contrato Social para a Europa” com o Carlos Zorrinho, na rua com as pessoas tivemos connosco o Pedro Magalhães Ribeiro, a Margarida Marques e o Francisco Oliveira na apresentação das nossas propostas para fazer na Europa o que fizemos (e fazemos) em Portugal.

Uma Federação, 21 Concelhias, dezenas, centenas de Militantes, Autarcas, Deputados, Simpatizantes e Apoiantes do Partido Socialista prontos e disponíveis para dar o melhor de si em nome de todas e todos, com o António Gameiro a liderar esta mobilização e trabalho com a força e dinâmica que lhe conheço há mais de vinte anos.

A 20 dias das eleições e a velocidade cruzeiro, sempre acompanhados da nossa candidata Vera Simões, contem connosco para vos dizer o que, como e quando queremos mas também para vos dizer que não é possível tudo para todos.

Orgulho, satisfação e agradecimento por fazer parte desta equipa! Somos Europa.

#SomosEuropa #Europeias2019 #EE2019

Anúncios

Espanha

Uma grande vitória do PSOE no contexto e tempos que se vivem em Espanha e na Europa. Os últimos tempos tem revelado a resistência dos partidos socialistas e sociais democratas o que me enche de esperança na continuidade da Europa como o grande projecto de paz, liberdade e igualdade no mundo. Obviamente a derrota brutal do PP com a transferência de votos para o Ciudadanos e Vox abre a porta ao crescimento do liberalismo e nacionalismo que tem um potencial de contagio europeu assustador.

Já se percebeu que não se pode “brincar” mais com os europeus como um todo considerados e percebendo temos a obrigação de não o fazer.

A caminho de umas eleições europeias historicamente pouco participadas o exemplo negativo do Brexit e agora positivo das eleições espanholas devem servir de mote: participar faz toda a diferença.

 

Europeias 2019 (I)

As eleições são uma oportunidade para centrar o debate no essencial, as primeiras deste ano são as Europeias, importa pois perceber o que é a Europa para nós portugueses, para os europeus e para quem para cá quer vir viver. Somos território de coesão, de igualdade de oportunidades e de esperança? Integramos ou continuamos a fingir que não precisamos de gente? A paz que projectámos, solidária e fraterna é para se deixar murar ou continuamos a construir pontes?

Li hoje um texto da Cristina Cattaneo (médica forense e antropóloga, no livro “Naúfragos sem rosto”) que a determinada pergunta-se: “Que expectativas tinha este rapaz quando guardou, com tanto cuidado, um documento que comprovava que se esforçava nos estudos, que pensava que lhe abriria algum tipo de portas numa escola italiana ou europeia, e que agora está reduzido a um pedaço de papel empapado?”

A leitura, inquietou. Pode a direita e em especial Paulo Rangel e Nuno Melo continuar a debitar sound bytes sobre os filhos que tem pais, as mulheres que tem maridos, podem continuar no lamaçal… que nós (os que acreditam na Europa, que querem pais, irmãos, famílias, esperança e futuro para estas crianças e para todos nós) vamos continuar a construir, a reflectir e a debater com o Pedro Marques e os portugueses um novo contrato social para a Europa!

IMG_2626

#SomosEuropa #Europeias2019 #EE2019 #PortugalMelhor #RibatejoMelhor