#VanDunembem

“a proximidade de processos eleitorais não justifica que seja decretada a morte da decência e elevada a infâmia à categoria de virtude”. Van Dunem acusa ainda David Justino de “julgar outrem à luz dos seus próprios padrões comportamentais”. (na TSF)

 

Anúncios